Whatsapp

Dúvidas?

Fale comigo

Uma das coisas mais importantes para o cantor é a percepção do seu próprio corpo, seus movimentos, postura, equilíbrio, tensões, etc.

Essa conscientização refletirá diretamente na sua performance e acima de tudo na qualidade do som. Alguns bloqueios psicológicos e emocionais podem afetar diretamente na voz e na interpretação do cantor, por isso é importante preparar o corpo antes de cantar.

Postura e emissão da voz

Para que a emissão da voz aconteça com qualidade é importante ter uma boa postura, sendo assim uma atenção especial deve ser dada no que refere-se à sustentação e o equilíbrio do seu corpo. Isso não significa que a postura deva ser rígida ou que você não terá liberdade para movimentar-se.

Pessoas com problemas na coluna poderão ter dificuldade para manter uma postura saudável, que facilite a respiração e a emissão da voz. Nesses casos é recomendável a ajuda de um profissional para melhorar a postura, bem como utilizar alguns exercícios corporais antes de cantar, que ajudem também a relaxar as tensões.

Quando for cantar observe-se diante de um espelho, veja se os ombros estão tensos e caso esteja procure relaxa-los. Procure também não deixar a região peitoral muito elevada e para frente, pois um peitoral muito aberto poderá fazer com que a sua respiração aconteça somente na parte superior. No entanto, perceba se a abertura peitoral é suficiente para proporcionar uma boa emissão, pois se você mantiver os ombros caídos para frente poderá comprometer a qualidade da sua respiração e emissão.

Eliminando as tensões musculares

Tente encontrar um equilíbrio imaginando uma linha reta dos pés até a sua cabeça. Procure sentir o peso do seu corpo entre os dois pés, encaixando o quadril, mantendo-o alinhado com o ombro e o queixo reto, isso facilitará a respiração, eliminando também tensões musculares que possam comprometer o seu desempenho.

Se o seu queixo estiver muito elevado poderá causar uma tensão no pescoço prejudicando a sua voz. Perceba se os músculos da face estão relaxados, sem rigidez nem contração.

A boca deve abrir e fechar naturalmente, certificando-se de que a mandíbula não esteja rígida. Lembre-se que no canto devemos sempre buscar flexibilidade muscular.

Para obter uma boa ressonância, por exemplo, é importante um equilíbrio entre músculos, gerando menos esforços musculares, através de um corpo ereto, mas sem rigidez, permitindo assim movimentos na performance do cantor.

Consciência corporal e movimentos

É importante também perceber o espaço interno da boca permitindo, quando necessário, uma ampliação das cavidades de ressonância. Fazer os vocalizes diante do espelho poderá ajudar muito nesse processo.

Ao movimentar-se busque apoio em ambas às pernas alternadamente e sempre que precisar, encontrando o eixo de equilíbrio do seu corpo. Tente ter mais consciência dos seus movimentos, isso poderá evitar fadiga e lesões nas pregas vocais.

Pratique até ficar natural

Lembre-se que com o tempo essa postura se tornará natural e você poderá concentrar suas energias em outros pontos fundamentais da performance.

Cantores com experiência conseguem cantar e dançar em diversas posições devido ao hábito, no entanto, enquanto você estiver treinando a voz tente dar uma atenção especial à postura e respiração, sobretudo se você for um cantor iniciante ou se tiver vícios que o prejudique, isso deverá ser corrigido para um bom aperfeiçoamento da voz cantada.

Érica Cruz

Érica Cruz

Cantora e intérprete

Sócio-proprietária da Som de Gaia, atua como cantora, locutora, professora e compositora.

O que achou? Comente logo abaixo:

Share This