No dia 13 de abril de 2019 realizamos o primeiro Sarau Som de Gaia, que reuniu diversos artistas para uma reunião informal, onde o foco foi a apreciação das manifestações artísticas.

Organizadores: Érica Cruz, Alexandre Iervolino

Sarau como fonte de arte

As artes têm o poder de libertar o ser humano das amarras do cotidiano, principalmente em grandes cidades como São Paulo, onde a selva de pedra nos consome e venda nossos olhos para as coisas simples e belas. Para muitas pessoas é difícil conseguir um espaço para a apreciação artística em meio a essa correria intensa.

Os saraus, mesmo sendo poucos, abastecem artisticamente um grupo, comunidade ou sociedade ao permitir que novos e antigos artistas compartilhem suas artes e aprendam um com os outros. A reunião acaba sendo uma fonte de arte onde borbulham todos os tipos de vertentes artísticas.

Música, literatura, pintura, dança e quaisquer outras manifestações artísticas são bem-vindas no sarau. Embora alguns saraus direcionem para uma ou outra vertente, eles continuam sendo uma fonte inspiradora de novas ideias e rumos da arte.

Vertentes artísticas

No 1º Sarau Som de Gaia nossa intensão foi reunir artistas difentes artistas para criar um clima borbulhante onde o respeito e a diversidade fosse o foco principal. Para a nossa surpresa, o evento foi muito mais do que esperávamos e o clima foi incrível.

Artistas plásticos, poetas, escritores, atores, compositores e diversos músicos e intérpretes fizeram com que a noite do Sarau se tornasse uma experiência única e de fato, cheia de arte. Foram momentos muito bons, onde cada apresentação foi apreciada com respeito e igualdade.

Veja abaixo a progração:

Novidades artísticas

Além da contemplação da arte, o Sarau oferece a oportunidade para que novas obras sejam apresentadas e apreciadas. É o momento em que o artista pode apresentar pela primeira vez sua obra a um público seleto e que irá apreciar da melhor maneira possível.

As manifestações artísticas no primeiro Sarau Som de Gaia contaram com estréias de textos, músicas, pinturas e mosaicos, obras que até então não haviam sido prestigiadas. Essa foi uma excelente oportunidade para os criadores, mas também uma honra para os artistas que puderam olhar, ouvir e ler.

A simplicidade, informalidade e respeito fizeram com que o Sarau pudesse ser o lugar ideal para experimentações, criando um clima muito agradável e favorável para a arte.

Próximos Saraus

Novas datas serão divulgadas aqui no site da Som de Gaia. Nossa intensão é continuar com esse trabalho, promovendo novos artistas e proporcionando espaço para que novas obras sejam apresentadas.

Para ficar por dentro siga a Som de Gaia nas redes sociais, pois lá divulgaremos todas as informações sobre os próximos eventos. Enquanto isso, veja como foi o primeiro Sarau nesse vídeo com o resumo do evento:

O que achou? Comente logo abaixo:

Share This